| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

O CANGAÇO EM FOCO
Desde: 28/02/2011      Publicadas: 854      Atualização: 09/11/2013

Capa |  ARTE & CULTURA DO CANGAÇO  |  ARTIGOS DE OUTROS AUTORES  |  CORDEL E POESIA SERTANEJA  |  CRÔNICAS  |  DESTAQUES  |  ESTUDOS SOBRE O CANGAÇO  |  EVENTOS SOBRE O CANGAÇO  |  GUERRAS ADJACENTES AO CANGAÇO  |  HISTÓRIA DO CANGAÇO  |  HISTÓRIAS SERTANEJAS  |  JORNALISMO & CANGAÇO  |  LITERATURA & CANGAÇO  |  LIVROS A VENDA  |  MEUS ARTIGOS  |  MEUS COMENTÁRIOS  |  MULHERES NO CANGAÇO  |  NAS ANDANÇAS DO MEU LIVRO  |  PERSONAGENS DA ÉPOCA  |  TEXTOS DA ÉPOCA DO CANGAÇO


 PERSONAGENS DA ÉPOCA

  11/06/2012
  0 comentário(s)


Grande idealista nordestino

A história de vida do cearense Delmiro Gouveia, um pequeno comerciante de algodão e couro no interior de Pernambuco, que alcançou grande projeção e notoriedade em todo o Nordeste, tem início com a instalação, em 1903, de uma minúscula fábrica de linhas de coser (com a marca "Linhas Estrela"), na localidade denominada Pedra, em pleno sertão alagoano, próximo às margens do Rio São Francisco.

Grande idealista nordestino
Grande idealista nordestino

07 de Junho de 2012
Alcyr Veras - economista e professor universitário

A história de vida do cearense Delmiro Gouveia, um pequeno comerciante de algodão e couro no interior de Pernambuco, que alcançou grande projeção e notoriedade em todo o Nordeste, tem início com a instalação, em 1903, de uma minúscula fábrica de linhas de coser (com a marca "Linhas Estrela"), na localidade denominada Pedra, em pleno sertão alagoano, próximo às margens do Rio São Francisco.

Para muitos, considerado como um "visionário sonhador de ilusões", Delmiro Gouveia foi o primeiro a inspirar-se na idéia do aproveitamento da cachoeira de Paulo Afonso para a instalação de uma Usina Hidrelétrica.

Em 1909, na expectativa de contar com apoio de políticos do Nordeste, Delmiro trouxe ao Brasil a missão econômica norte-americana Moore, ao mesmo tempo em que fez contatos com as empresas Bromberg do Rio de Janeiro e a W.R. Brand Company de Londres, à qual havia encomendado projetos de eletrificação. Decepcionado por não ter obtido o apoio necessário do então recém eleito presidente do Estado de Pernambuco, General Dantas Barreto, para a construção da sonhada hidrelétrica, Delmiro resolveu, mesmo sozinho, levar adiante sua idéia. Encarando o desafio com obstinada força de vontade, disse aos amigos: "a partir desta pequena fábrica firmarei meu empreendimento. Muita coisa virá em seguida. Levarei energia elétrica por este mundo afora. Irrigarei as terras, nosso sertão vai progredir. Abrirei estradas de rodagem acompanhando a rede de alta tensão por Alagoas, Pernambuco e estados vizinhos". O extraordinário é observar que tudo isso viria a acontecer quarenta anos após sua morte, com a construção da Hidrelétrica de Paulo Afonso.

Em pouco tempo, Pedra transformou-se numa pequena "cidade industrial" utilizando como matéria prima o algodão seridó. Em 1915, o excursionista Plínio Cavalcante, ao visita-la, assim se expressou: "nunca mais se apagará de meus olhos deslumbrados a risonha miragem daquela cidadezinha tão branca e limpa que, à primeira vista, julguei tratar-se de um grande algodoal de capulhos alvejantes".

Em 1912, a fábrica da já famosa marca "Linhas Estrela" empregava 800 operários (homens e mulheres), produzindo diariamente 1.500 a 2.000 carretéis de diversos tipos de linhas. Com o início da Primeira Guerra Mundial, o Brasil deixou de importar as linhas de coser da Inglaterra. Esse acontecimento levou a fábrica de Delmiro a expandir sua produção para três turnos de trabalho e passou a chamar-se Companhia Agrofabril, chegando a empregar 3.500 pessoas. Em 1915, Pedra, com população estimada em 6mil habitantes, dispunha da melhor luz elétrica do Brasil, água encanada, vila operária com 258 casas, fábrica de gelo, praças e jardins, telégrafo, telefone, banda de música, cinema, tipografia, escolas para crianças e adultos. As sete ruas da pequena cidade conheceram os primeiros automóveis do sertão.

Vítima de emboscada, Delmiro Gouveia foi assassinado a tiros no dia 17 de outubro de 1917. Era um homem destemido e de reconhecido carisma popular. Sua morte até hoje é cercada de intrigantes mistérios e enígmas. Há várias versões a respeito do crime. Teria sido de natureza passional; ou por motivação política de autoria de seus adversários; ou ainda de ordem econômica pela disputa de mercado com a concorrente multinacional Machine Cotton (das linhas corrente laranja) que, semanas antes daquele fatídico dia, teria feito milionária proposta de compra, irrevogavelmente recusada por Delmiro. Um homem simples do povo de Pedra, indignado com seu covarde assassinato, disse: "atiraram nele para matar a fábrica". Outro incondicional admirador dedicou-lhe esta singela quadra: "Quando o enterro de Delmiro foi pela rua passando/parece que a gente ouvia a Cachoeira chorando".

Publicado em Tribuna do Norte
  Autor:   Alcyr Veras


  Mais notícias da seção HISTÓRIA no caderno PERSONAGENS DA ÉPOCA
16/06/2013 - HISTÓRIA - Romeu Menandro da Cruz
Romeu Cruz transformou-se em cem combatentes e impediu a entrada dos bandidos na rua em que estava o seu piquete, o qual ficava onde se localizava a igreja do Sagrado Coração de Jesus, a qual infelizmente não existe mais....
26/09/2012 - HISTÓRIA - Zacarias Sitônio
Frequentei bastante a residência de Zé Cavalcanti e dona Lina no bairro Miramar, na capital paraibana. Gostava de ouvir as potocas e piadas do velho sertanejo natural de São José de Piranhas....
12/11/2011 - HISTÓRIA - HOMENAGEM AO TENENTE JOÃO BEZERRA
O Batalhão Tenente João Bezerra da Silva - 3º BPM, relata um pouco a passagem de um dos homens que marcaram a briosa Polícia Militar de do Estado de Alagoas....
29/10/2011 - HISTÓRIA - MARIA DE ARAÚJO, A BEATA DO MILAGRE
No longínquo Juazeiro, aquela época distrito do Crato, pequeno lugarejo encravado no Cariri cearense, começava-se a contar uma história de fé que abalaria grande parte do sertão do nordeste brasileiro....
28/10/2011 - HISTÓRIA - Manoel de Souza Neto
Manoel de Sousa Neto ficou muito famoso pelos inúmeros combates travados contra os cangaceiros chefiados por Virgulino Ferreira da Silva....
18/10/2011 - HISTÓRIA - Os Lantyer, de Queimadas
João Lantyer, segundo à direita, com seu "Ford Bigode". Na extrema direita, o mecânico Patápio. Foto de 1928. Possuiu-o por pouco tempo. Vendeu-o para atender ao pedido da esposa, que temia que, em suas viagens, fosse novamente abordado por Lampião. Informação de Antonio Lantyer, seu filho, in Chalé Lantyer...
05/09/2011 - HISTÓRIA - MANOEL GONÇALVES DE ABRANTES " BIOGRAFIA DE UM LÍDER DO SERTÃO PARAIBANO
Manoel Gonçalves de AbrantesFaleceu o ilustre sousense em 09.11.1973, na cidade de Sousa-Pb, em virtude de complicações decorrentes da doença de Alzheimer....
27/08/2011 - HISTÓRIA - A Traição de Izaias Arruda
A história do cangaço nordestino nem sempre foi possível a construção duradoura de amizades consideradas sólidas. Amigo era quase sempre um artigo que tinha vida efêmera. Não eram amigos apenas cúmplices. Um evidente jogo de interesse que transcorria ao sabor dos acontecimentos....
23/08/2011 - HISTÓRIA - MORTES DE JOÃO DANTAS E AUGUSTO CALDAS - SUICÍDIO OU DUPLO HOMICÍDIO?
A versão oficial da morte de João Dantas e seu cunhado, Augusto Caldas, na cela da Casa de Detenção do Recife, dizia que, no dia 06 de outubro de 1930, o primeiro matou o segundo, com sua concessão, e depois praticou suicídio, utilizando uma lâmina de bisturi. A família dos dois jamais acatou essa informação, tanto que Joaquim Moreira Caldas, irmão...
15/08/2011 - HISTÓRIA - Chico Heráclio, o último Coronel.
Francisco Heráclio do Rego e Virginia Xavier de Moraes Rego Foto de L. Piereck. Acervo Fundação Joaquim Nabuco...
02/08/2011 - HISTÓRIA - Profª. Letícia de Campos Góes
Em 09 de junho de 1903, nascia em afogados da Ingazeira - sítio Sobreira -, a menina Letícia, filha do Cel. Luiz Alves de Góes e Mello e de dona Petronila de Siqueira Campos do Amaral Góes....
30/07/2011 - HISTÓRIA - ANAYDE BEIRIZ, UMA MULHER A FRENTE DO SEU TEMPO
Anayde Beiriz, (1905/1930), a exemplo de uma Frida kahlo; de uma Simone de Beauvoir; de uma Patrícia Galvão, de pseudônimo Pagu, ou de uma mítica Branca Dias, heroína do Brasil Colonial, só para ficarmos nesses exemplos, foi mulher muito adiante do seu tempo....
13/07/2011 - HISTÓRIA - 13º PREFEITO DE POMBAL - Janduhy Vieira Carneiro - 1930 a 1936
No dia 26 de julho acontece o assassinato do Presidente da Paraíba, João Pessoa, em Recifé-PE, que concorria como vice-presidente na chapa do candidato a Presidente da República, Getúlio Vargas. João Pessoa foi morto antes de completar o segundo ano no governo paraibano....
11/07/2011 - HISTÓRIA - A Revolução de 1930 em Sergipe os Interventores
O presidente Manoel Dantas elegeu seu sucessor na presidência do Estado, o comerciante Francisco de Souza Porto, experiente político oriundo do município de Nossa Senhora das Dores, por várias vezes deputado estadual, presidente da Assembléia, casado na família dos trucidados de Araraquara, episódio de violência da chamada República Velha, em São P...
04/07/2011 - HISTÓRIA - Horácio de Matos
Horácio Queirós de Matos (Chapada Velha de Brotas de Macaúbas, 18 de março de 1882 " Salvador, 15 de maio de 1931) foi um político e coronel do sertão baiano da primeira metade do século XX....
04/06/2011 - HISTÓRIA - PADRE ANTÔNIO MARQUES DA SILVA GUIMARÃES.
UMA LEGENDA NA HISTÓRIA RELIGIOSA DE POLÍTICA DE SOUSA. PRIMEIRO PREFEITO DE SOUSA EM 1854, FOI AMASIADO E TEVE 14 FILHOS COM MARIA DA CONCEIÇÃO GOMES MARIZ, SEM ABANDONAR A BATINA....
31/05/2011 - HISTÓRIA - Biografia de Euclides da Cunha
Janeiro, 20. Euclides da Cunha nasceu na fazenda Saudade, no arraial de Santa Rita do Rio Negro (hoje, Euclidelândia), em Cantagalo (RJ),...
26/05/2011 - HISTÓRIA - Antônio Conselheiro
Nasce na Vila do Campo Maior de Quixeramobim, Província do Ceará, Antônio Vicente Mendes Maciel, nome de batismo daquele que mais tarde ficaria célebre como Antônio Conselheiro. Era filho de Maria Joaquina de Jesus e Vicente Mendes Maciel. Segundo o escritor João Brígido, que foi amigo de infância de Antônio, os Maciéis era uma "família numerosa de...
18/05/2011 - HISTÓRIA - PERSONALIDADES CEARENSES - PADRE CÍCERO, O "SANTO" EXCOMUNGADO
ENTERRO DE PADRE CÍCERO EM 1934 ...
04/04/2011 - HISTÓRIA - Floro Bartolomeu da Costa
Floro Bartolomeu chegou ao Ceará em 1908, atraído pela mina de cobre de Coaxá no município de Aurora, mas acabou fixando moradia em Juazeiro do Norte onde adquiriu uma farmácia e passou a atender a população....
23/03/2011 - HISTÓRIA - Floro Bartolomeu
Floro Bartolomeu da Costa (Salvador, 17 de agosto de 1876 " Rio de Janeiro, 8 de março de 1926) foi um médico e político brasileiro, filho de Virgílio Bartolomeu da Costa e Carolina Costa....
06/03/2011 - HISTÓRIA - Franklin Távora
Franklin Távora Academia Brasileira de Letras...



Capa |  ARTE & CULTURA DO CANGAÇO  |  ARTIGOS DE OUTROS AUTORES  |  CORDEL E POESIA SERTANEJA  |  CRÔNICAS  |  DESTAQUES  |  ESTUDOS SOBRE O CANGAÇO  |  EVENTOS SOBRE O CANGAÇO  |  GUERRAS ADJACENTES AO CANGAÇO  |  HISTÓRIA DO CANGAÇO  |  HISTÓRIAS SERTANEJAS  |  JORNALISMO & CANGAÇO  |  LITERATURA & CANGAÇO  |  LIVROS A VENDA  |  MEUS ARTIGOS  |  MEUS COMENTÁRIOS  |  MULHERES NO CANGAÇO  |  NAS ANDANÇAS DO MEU LIVRO  |  PERSONAGENS DA ÉPOCA  |  TEXTOS DA ÉPOCA DO CANGAÇO
Busca em

  
854 Notícias